Métodos ágeis: um guia sobre o assunto!

A transformação digital tem ganhado cada vez mais espaço entre todos os segmentos, exigindo o aumento no nível dos processos desenvolvidos. Para ajudar nessa tarefa, uma boa ideia é contar com a implementação de métodos ágeis, capazes de otimizar os procedimentos desenvolvidos dentro da empresa.

No entanto, para usufruir de todas as vantagens que essa ferramenta pode proporcionar, é preciso entender seu conceito, vantagens e como escolher o método mais adequado para os projetos elaborados.

Para esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto, apresentamos este conteúdo. Acompanhe!

Entenda o que são os métodos ágeis

Ao longo de muito tempo, a criação de sistemas foi embasada pelas metodologias tradicionais, em que o produto final era planejado e documentado antes da sua execução e aplicação, já que não havia modificações no decorrer do processo e a entrega era realizada quando todos os requisitos eram cumpridos.

Contudo, nos dias atuais, a implementação de métodos ágeis se encontra em uma crescente, contrapondo-se ao conceito anterior quando opta por uma projeção adaptativa, multidisciplinar e organizada. O modelo tradicional ainda é muito utilizado dentro de várias instituições, mas adequar-se às novas tendências é importante para não ficar para trás quando o assunto é a concorrência.

Dessa forma, podemos conceituar os métodos ágeis como um grupo de medidas que proporcionam uma maneira de gerenciar projetos de forma adaptada às alterações que vêm surgindo. Eles são estruturados em ciclos pequenos, sendo que em cada um deles é entregue um conjunto de funções preestabelecidas. Então, esse tipo de metodologia tem como finalidade a otimização do tempo, por meio da busca de entregas rápidas e constantes.

É necessário frisar que os métodos ágeis partem da ideia de que o direcionamento do projeto será realizado por um time enxuto, autogerenciável, sênior e multidisciplinar, com foco na qualidade da solução apresentada, que deverá gerar valor para o cliente do projeto.

Manifesto Ágil

Um grupo de pessoas se juntaram para discutir sobre essa nova abordagem de gestão de projetos, desenvolvendo o chamado Manifesto Ágil, que oficializa a elaboração das metodologias e define os princípios que as qualificam. A partir de então, é possível afirmar que os aspectos mais importantes que norteiam a aplicação de um método ágil são:

  • praticidade: sistema em funcionamento mais que documentação ampla;
  • comunicação: pessoas e interação entre elas mais que procedimentos e soluções;
  • alinhamento de expectativas e colaboração: alinhamento com o cliente e os integrantes do projeto mais que negociação de contratos;
  • adaptabilidade e flexibilidade: responder às modificações mais que seguir um plano.

Conheça os principais métodos ágeis

Existem vários tipos de métodos ágeis, cada um com suas características específicas. Conheça os principais.

Scrum

É o método mais usado e popular, pois oferece um processo mais leve, que utiliza ciclos de desenvolvimentos conhecidos como sprints e possibilita o aumento do tempo disponível para a produção de trabalho. É adequado para o gerenciamento de projetos com soluções mais complexas e o desenvolvimento de produtos e serviços.

Aqui, o principal é que exista um dono do produto ou projeto, que será a pessoa responsável por representar os interesses do usuário final. Ou seja, é quem vai estabelecer, com as outras pessoas, o que deve integrar cada item e quais serão suas funcionalidades. A partir disso, é elaborada uma lista por ordem de prioridade, chamada de backlog.

Depois, as demandas começam a ser distribuídas, gerando os sprints, que são intervalos de tempo de desempenho que duram até quatro semanas. Ao final de cada sprint, o time para e faz uma conferência das atividades, a fim de confirmar se tudo foi realizado como o esperado, se existe alguma coisa que precisa ser refeita ou se é preciso adaptar algum aspecto. Então, inicia-se outro sprint, até que todo o backlog seja finalizado e o produto esteja preparado para z entrega.

Kanban

Trata-se de um método ágil que simplifica a visualização das tarefas e contribui para o equilíbrio da demanda e da capacidade de entrega. Nesse caso, o quadro é separado por colunas que representam as fases de execução das atividades: a fazer, fazendo e feito. As funções são registradas em cartões posicionados em cada uma dessas colunas, conforme o seu status de produção.

Além de estabelecer as etapas, o kanban estipula o limite de tarefas que podem ser inseridas na coluna “fazendo”, garantindo que não ocorram excessos de obrigações travadas nessa fase e que seja necessário finalizar as atividades atuais para o fluxo prosseguir.

A finalidade da metodologia kanban é diminuir os desperdícios, inclusive de tempo, e evitar que retrabalhos sejam necessários, além de reduzir os ciclos de entrega e feedback. Dessa forma, muitas companhias conseguem entregar o projeto ao cliente no menor tempo possível.

Feature Driver Development (FDD)

É um método ágil desenvolvido com o objetivo de focar em funcionalidades, possibilitando que os times do projeto façam um planejamento separado por etapas. Isso ajuda, principalmente, em locais que existem muitas incertezas e mudanças acontecem com frequência.

A programação usando FDD começa com uma visão geral do projeto. Após, passa por um detalhamento do item, por meio de uma subdivisão de setores a serem modelados.

Extreme Programming (XP)

É um programa com foco no desenvolvimento de sistemas que valoriza três pilares: criar soluções, economizar recursos e aprimorar a qualidade final do produto. Para isso, é fundamental que o time XP tenha como base os valores e os comportamentos necessários para chegar ao sucesso, como simplicidade, coragem, comunicação, feedback e respeito.

Lean Startup

É um método muito usado no desenvolvimento dos produtos, principalmente para a validação de hipóteses e ideias. Tem o intuito de diminuir sete formas de desperdício: tempo de espera, superprodução, inventário, defeitos, excesso de processamento, movimento e transporte.

Banner - Blog Quiz

Entre os pilares para melhorar os processos e a entrega estão: adiamento de decisões, eliminação de gastos desnecessários, otimização das atividades, fortalecimento da equipe, aumento do conhecimento, construção da qualidade e agilidade na entrega.

Smart

O método smart é um ótimo recurso para traçar metas e criar objetivos mais fáceis de serem alcançados pela empresa. Para usá-lo, é preciso somente ter em mente os princípios desse método, que são apontadas por cada uma das letras da palavra smart:

  • s (specific): primeiramente, a meta precisa ser clara, objetiva e específica. Além disso, deve abordar somente um ponto de cada vez e não dar margem a interpretações diversas ou equivocadas;
  • m (measurable): em segundo lugar, é importante que a meta seja mensurável e quantificável. É essencial lembrar que você deve definir os objetivos exatos e numéricos que realmente possam mostrar que a sua meta foi alcançada com sucesso;
  • a (attainable): as metas e os objetivos determinados precisam ser desafiadores. No entanto, não devem ser inalcançáveis, levando em consideração o tempo estipulado e as condições atuais do negócio. Então, fique atento a isso;
  • r (relevant): de nada adianta a empresa criar uma meta se, ao atingi-la, não houver nenhum impacto considerável. Por esse motivo, no momento de definir metas e objetivos, procure por pontos relevantes e tenha bastante cuidado para não decidir apenas de acordo com o ego;
  • t (time-related): na hora de definir uma meta ou um objetivo, é fundamental que ele tenha um prazo máximo para ser atingido. Assim, é possível evitar procrastinações, além de permitir uma melhor mensuração dos resultados.

Vantagens de aplicar os métodos ágeis no negócio

Ao aplicar os métodos ágeis, a empresa consegue usufruir de vários benefícios que vão impactar diretamente o seu crescimento. Veja a seguir os principais!

Eficácia

No caso dos métodos ágeis, o foco na entrega de valor agregado para os clientes se torna mais evidente que na maior parte dos projetos tradicionais. É comum que o cliente seja envolvido várias vezes em seu desenvolvimento. A divisão das tarefas em ciclos, geralmente de até um mês, possibilita a validação mais ágil das entregas.

Depois de já ter alinhado as etapas do projeto às expectativas do cliente, o resultado final será muito mais correto. Esse tipo de feedback frequente também auxilia na compreensão dos erros e na aplicação dos novos entendimentos.

Colaboração

As metodologias ágeis englobam times multidisciplinares, que atuam em conjunto na procura por soluções. Por serem equipes mais enxutas, isso simplifica a criação de um ambiente laboral mais engajador. Isso porque a proximidade entre os integrantes será maior, simplificando o relacionamento no dia a dia e gerando laços entre todos. Além disso, uma das medidas da metodologia ágil é o envolvimento do cliente ao longo da produção do projeto. Assim, ele passa a se tornar parceiro do time.

Flexibilidade

Diferentemente das metodologias preditivas, em que a finalidade é seguir o planejamento que já foi criado, nos métodos ágeis, existe uma maior flexibilidade às alterações. Isso ocorre pelo fato de existir uma percepção de que as mudanças fazem parte da gestão do projeto e devem ser feitas para gerar valor.

Simplicidade

Se você realizar uma comparação entre os documentos gerados por um projeto que usa a metodologia preditiva e a documentação desenvolvida por um projeto que utiliza métodos ágeis, conseguirá perceber que a diferença é muito grande.

Isso porque, enquanto no modelo preditivo é exigido um esforço maior para o planejamento, já que o foco é antecipar o máximo de trabalho possível, no formato ágil, é suficiente ter um backlog com as entregas pendentes relativas ao projeto.

Comunicação

Um outro fator muito considerado nos métodos ágeis é definir uma boa comunicação entre as partes envolvidas no projeto. O ideal é que os diálogos sejam realizados face a face, já que a presença física do outro indivíduo possibilita uma interpretação mais precisa do que está sendo dito, evitando ambiguidades que podem atrapalhar o resultado do projeto.

Além disso, nesse tipo de metodologia, tudo é mais visual, já que em muitos sistemas são usados diariamente painéis e dashboards, possibilitando que qualquer parte saiba o status do projeto, seus riscos etc.

Como adotar a metodologia ágil

Para implementar a metodologia ágil no negócio, algumas estratégias devem ser utilizadas a fim de alcançar bons resultados. Confira o que pode ser feito.

Elabore a mudança

A transformação dos métodos tradicionais para os ágeis exige uma projeção detalhada, já que é uma mudança que provoca impacto nos colaboradores. Por isso, é preciso escolher as metodologias mais coerentes com os processos e as características da empresa, além de criar um plano para sua implementação, com a participação dos times.

Monte equipes multidisciplinares

Para implementar uma metodologia ágil, será necessário superar as hierarquias para compor equipes multidisciplinares. Esse modelo é eficiente em ciclos rápidos de projetos, considerando que reúne profissionais de diversas especialidades e pontos de vista em prol de metas e objetivos em comum.

Prepare os líderes

Os líderes desenvolverão um papel crucial na mudança para os métodos ágeis, tendo em vista que deverão orientar, engajar e direcionar a equipe para a implementação de novas metodologias. O recomendável é que os gestores exerçam um papel de coaches, aprimorando o desempenho dos liderados e motivando o espírito colaborativo.

Supere os desafios

Assim como em qualquer projeto, desafios e inseguranças em relação aos métodos ágeis podem ocorrer dentro da equipe, Isso é algo normal, mas exigirá que você forneça todo o suporte e a motivação necessários para auxiliar os funcionários nesse momento de mudanças.

Invista em tecnologia

Outra medida importante é contar com ferramentas que viabilizem a inserção dos novos métodos, e a tecnologia é uma grande parceira nesse processo. Contudo, é importante que os recursos investidos sejam práticos e intuitivos.

Saiba como escolher o método mais adequado

Por existirem diversas opções disponíveis no mercado, é comum surgirem dúvidas na hora de escolher o método ideal para a instituição. Para isso, identifique aquele que mais se adéqua às necessidades e demandas do seu negócio. Procure compreender o que as equipes precisam, os modelos mais eficientes e faça um planejamento anual para considerar o orçamento, os prós e os contras de cada alternativa. Então, defina a que mais se encaixa no seu perfil.

Conseguiu entender os benefícios de implementar métodos ágeis na empresa? Realizar grandes projetos faz parte da rotina dos negócios que buscam expandir e conquistar um lugar de destaque no mercado. Para que isso aconteça, é importante contar com os recursos disponíveis, a fim de deixar os processos mais simples, rápidos e eficientes. Além disso, é importante estar sempre disposto a repensar as prioridades e permanecer aberto às mudanças.

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite sua visita para assinar nossa newsletter e receba todas as nossas novidades!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.