O que é o Pix? Conheça tudo sobre o novo sistema de pagamentos

O que é o Pix? Conheça este novo sistema de pagamentos!

O que é o Pix? Conheça tudo sobre o novo sistema de pagamentos

Em nosso dia a dia, utilizamos diferentes tipos de serviços para realizarmos transferências e fazermos pagamentos. A partir deste ano, uma nova funcionalidade chegará até aos aplicativos das instituições bancárias: o Pix, meio de pagamento instantâneo elaborado pelo Banco Central com o objetivo de facilitar as transações financeiras entre os clientes.

Justamente por ser uma novidade, ainda existem muitas dúvidas sobre o tema. Quais são as principais vantagens? Qual é a sua diferença para TED e DOC? Existem distinções de pessoas físicas para pessoas jurídicas? Pensando nisso, elaboramos este material para que você solucione todas essas questões. Continue a leitura e saiba mais!

O que é Pix?

Conforme explicamos, o Pix é um meio de pagamento criado pelo Banco Central, cujas funções são bem semelhantes às do TED e DOC. A sua proposta é justamente facilitar transferências, realizar pagamentos de contas de forma mais simplificada, além de possibilitar outros tipos de serviços (recolhimento de impostos, por exemplo).

Diferente do que ocorre hoje, essas transações são feitas em até 10 segundos, em qualquer período da semana e horário, independentemente se é dia útil ou não. Há a liberação para o cadastro das chaves desde o último dia 5 de outubro. A partir do dia 16 de novembro, o usuário já poderá utilizá-lo para os diferentes tipos de serviços que ele oferece.

Há algum valor cobrado pelo Pix?

Para pessoas físicas e para Microempreendedores Individuais (MEI), não será feita nenhuma cobrança do Pix. Já para as empresas, ou seja, para pessoas jurídicas, a instituição bancária tem a possibilidade de cobrar alguma taxa, de acordo com a sua política.

O que é a chave no Pix?

Com o objetivo de utilizar os serviços do Pix, é preciso criar uma chave. O que seria isso? Elas funcionam como apelidos que facilitam a transferência ou o pagamento por meio dessa funcionalidade. Dessa forma, não há a necessidade de o usuário ter que saber a sua agência ou o número de sua conta: basta informar para o pagador a chave para que receba a ordem.

Entre as informações que podem ser cadastradas como chave, destacamos:

  • e-mail;
  • sequência aleatória gerada pelo próprio Banco Central;
  • telefone;
  • CPF, entre outras.

Não é obrigatório contar com uma chave para utilizar o serviço, a não ser que seja de interesse do usuário. Além disso, caso você tenha conta em mais de uma instituição financeira, a mesma chave não poderá ser utilizada em empresas distintas.

Em relação às chaves aleatórias, também conhecidas como EVP (Endereço Virtual de Pagamento), trata-se de um conjunto de números, letras ou símbolos que vai identificar a conta recebedora. Nesse caso, em vez de informar ao pagador as outras alternativas mencionadas, basta informar a chave para que a transação seja concluída.

Banner - Blog Quiz

Quais são as principais vantagens do Pix?

O Pix é uma funcionalidade que veio para trazer facilidades para o dia a dia dos usuários. A seguir, conheça as principais vantagens que ele traz para os clientes.

Facilidade para as transferências bancárias

Com o Pix, as transferências bancárias são realizadas em 10 segundos. Como funciona hoje? Para que o cliente possa realizar alguma transferência, ele tem a possibilidade de efetuá-la por meio do TED e do DOC. No caso do DOC, as taxas cobradas são menores, mas elas são realizadas apenas no próximo dia útil (limite máximo de R$ 5 mil).

No caso do TED, apesar de o dinheiro cair na conta do outro usuário no final do mesmo dia útil, as tarifas cobradas pelas instituições são maiores. Quais são as diferenças para o Pix?

Uma das principais diferenças é que não vai haver restrições de horários para as operações. Além disso, o dinheiro é transferido na mesma hora, diferente das soluções que temos hoje. Outro ponto importante, conforme explicamos, é que não vai haver cobrança de nenhum tipo de taxa para as pessoas físicas e MEI.

Maior controle para as empresas

O Pix não traz vantagens apenas para pessoas físicas. No caso das empresas, existe a possibilidade de contar com um controle muito maior sobre as contas, permitindo até mesmo uma melhor estratégia do fluxo de caixa e do recolhimento dos tributos. Afinal, todas as transações ficarão registradas de forma digital, o que contribui para que as equipes tenham acesso a esses dados a qualquer hora do dia.

Segurança

Todas as transações efetuadas por meio do Pix têm a mesma segurança que aquelas feitas via TED e DOC. Sobre as informações pessoais passadas (e-mail, nome etc.), o Banco Central assegura de que elas estão resguardadas pelo sigilo bancário, de acordo com a Lei Complementar 105, bem como segue as diretrizes da Lei Geral de Proteção de Dados.

Tudo feito pelo celular

Em relação à facilidade de poder realizar tudo diretamente do seu smartphone, nada vai mudar. O Pix estará disponível dentro do aplicativo de sua instituição bancária. Basta entrar em sua conta, procurar pela funcionalidade e realizar o seu cadastro!

Existe a possibilidade de sacar dinheiro com o Pix?

Como ainda é uma solução muito nova, está passando por adaptações e em breve terá atualizações de novas funcionalidades. Uma delas é justamente o saque. A partir de 2021, as pessoas podem realizá-los em qualquer local, até mesmo lojas. Basta o atendente gerar um QR Code para que o usuário faça o pagamento e, em seguida, retire o dinheiro.

Quais os cuidados a serem tomados com o Pix?

Assim como já ocorre hoje, é preciso confirmar todas as informações antes de você efetuar a transação. Caso faça o pagamento para a pessoa errada, por exemplo, não existe a possibilidade de cancelá-la ou de ser feito um estorno. Para isso, o caminho é negociar com o recebedor e solicitar a devolução. Com o objetivo de evitar esse tipo de constrangimento, sempre confira os dados antes de fazer os pagamentos.

O Pix é uma funcionalidade que vem para agregar bastante no dia a dia das pessoas, bem como solucionar dores existentes (pagamento apenas em dias úteis, por exemplo). Mais de 600 instituições estão cadastradas (obrigatório para aquelas com mais de 500 mil clientes). Agora que você já sabe o que é o Pix e quais são as vantagens, confira se a sua está registrada e comece a usar.

Gostou do material? Compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos também entendam um pouco mais sobre o tema!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.