Saiba como melhorar o departamento financeiro da sua empresa

Sem dúvidas, o departamento financeiro é um dos mais importantes da organização, tendo em vista que sem a gestão adequada, não é possível impulsionar o desenvolvimento, aumentar a lucratividade e demais ações necessárias para alcançar o sucesso, podendo até mesmo levar a empresa ao fracasso.

Para que o setor se mantenha sempre organizado e capaz de tornar o negócio mais competitivo, algumas estratégias devem ser implementadas para garantir uma administração mais eficiente e com resultados positivos.

Quer saber o que pode ser feito para melhorá-lo? Veja as dicas que separamos!

Realize um planejamento

Anote todas as entradas, saídas e demais informações financeiras. O planejamento estratégico permite que a empresa estruture as ações internas de curto, médio e longo prazo, além de fornecer o apoio necessário para desenvolvê-las.

É preciso estabelecer quais as metas e os objetivos que deseja alcançar, além dos indicadores para mensurar se está no caminho certo ou se algum ponto precisa ser readequado. Dessa forma, fica fácil definir prioridades, métricas para monitoramento dos resultados, bem como tomar as decisões mais corretas.

Estruture a rotina das atividades

O gerenciamento financeiro é responsável por avaliar as transações financeiras de uma empresa, fazendo a administração de todo patrimônio e capital, assim como controlar o desempenho de forma periódica.

Pelo fato de as atividades realizadas no dia a dia serem muitas, é necessário ter uma boa disciplina e organização para que tudo seja cumprido adequadamente. Entre as principais funções da gestão financeira estão:

  • realizar o planeamento dos recursos;
  • coordenar os valores a receber e a pagar;
  • fazer pagamentos, recebimentos e cobranças;
  • tratar dos processos fiscais;
  • controlar o fluxo de caixa;
  • realizar a contabilidade integrada;
  • fazer a previsão do movimento financeiro;
  • evitar desperdício, entre outros.

Analise o fluxo de caixa

O fluxo de caixa cuida das operações financeiras do negócio, tanto em relação às receitas quanto às despesas, durante um período determinado. Além disso, ele contribui na tomada de decisões e otimiza o desempenho financeiro da organização. Sua análise possibilita ao gestor encontrar gargalos e elaborar projeções que ajudam na elaboração do planejamento financeiro.

A empresa que entende bem quais são seus prazos médios para recebimento e pagamento e consegue projetar seu fluxo de caixa, torna-se capaz de se manter por meses em baixa sem afetar sua margem de lucro. O ideal é que essa projeção seja executada periodicamente, a cada três meses.

Administre os custos e as despesas

Os custos são vistos como os gastos referentes à obtenção ou à produção de mercadorias, por exemplo, equipamentos, mão de obra, manutenção e demais. Já as despesas, são entendidas como os gastos necessários para que a empresa se mantenha em pleno funcionamento, como os salários dos colaboradores, materiais de escritório, ações de marketing, entre outros.

Assim, administrar e diminuir os custos e as despesas de forma eficaz auxilia na lucratividade do negócio e fornece dados relevantes para um melhor gerenciamento, independentemente do porte e das atividades exercidas pela organização.

Tenha uma gestão apropriada dos fornecedores

A gestão dos fornecedores é uma tarefa desafiadora para o departamento financeiro, principalmente quando são muitos os envolvidos. Vamos supor que para a criação de um produto sejam necessários vários itens, cada um de um fornecedor diferente. Isso pode virar uma bagunça caso não seja gerenciado com eficácia.

Nesse caso, não apenas o setor de finanças pode sofrer problemas no fornecimento, mas a empresa em geral, seja por má qualidade, seja por atrasos na entrega. Por esse motivo, é fundamental realizar um estudo completo dos parceiros, mantendo um bom relacionamento e administração.

Realize a gestão de inadimplentes

A inadimplência é um problema que acontece em praticamente todas as instituições, e saber controlar esses índices é essencial para não sofrer prejuízos. Para isso, é muito importante ter uma política de cobrança eficiente.

O time precisa ser capaz de disponibilizar alternativas para os clientes inadimplentes que estejam passando por uma situação financeira complicada. O objetivo é conseguir que eles paguem suas dívidas sem se sentirem constrangidos na abordagem.

Controle bem o estoque

Outra questão relevante para manter um departamento financeiro organizado é criar o costume de controlar minuciosamente o estoque. Isso serve para qualquer tipo de negócio, sendo ele de pequeno, médio ou grande porte.

Acumular itens em excesso no estoque faz com que uma verba alta seja investida em curto espaço de tempo. Ademais, se não existe uma boa saída de compra, o espaço físico necessário para armazenar os produtos pode gerar um custo elevado. Da mesma forma, ter poucas mercadorias no estoque provocará perda de vendas por falta delas.

Não misture as contas pessoais com as contas da empresa

Um fato que acontece muito é o proprietário misturar seus gastos particulares com as contas empresariais, levando a uma enorme confusão patrimonial. Um erro fatal é pegar dinheiro do caixa para quitar despesas da pessoa física, atrapalhando a organização do fluxo.

Por esse motivo, manter contas separadas para pessoa física e pessoa jurídica é uma das principais recomendações para construir uma boa gestão financeira e evitar diversos problemas.

Conte com o auxílio da tecnologia

Com o avanço da tecnologia, diversas ferramentas se encontram disponíveis no mercado com o propósito de otimizar as atividades diárias, além de possibilitarem um controle mais preciso dos recursos. Uma grande falha de pensamento é pensar que a adoção de softwares específicos para gestão gere um gasto extra.

Na verdade, esse é um excelente investimento, tendo em vista que permite processar um grande volume de dados. Isso propicia economia de tempo, organização do fluxo de caixa, controle de estoque, monitoramento de saldo, acesso remoto e demais funcionalidades.

Além disso, muitos desses recursos podem ser encontrados por valores acessíveis, no entanto, muito mais que o preço, é importante avaliar todas as vantagens oferecidas pela ferramenta, reputação da fornecedora, opinião de usuários e demais fatores. Assim, escolha a mais adequada de acordo com as características do negócio.

Conseguiu perceber que com dicas simples é possível melhorar o departamento financeiro da empresa? Então, não espere para colocar essas estratégicas em prática e manter o crescimento saudável do negócio. Além disso, lembre-se de que o apoio de uma consultoria especializada em contabilidade pode ajudar a evitar problemas.

Achou essas dicas interessantes? Então, deixe seu comentário aqui e compartilhe com a gente sua opinião sobre o assunto!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

5 Comentários

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.