Qual é o impacto da gestão tributária nas empresas?

A carga tributária do Brasil é muito alta e a legislação é muito complexa, fazendo com que ogerenciamento dos tributos da empresa se torne um grande desafio. Para evitar que problemas possam afetar as estratégias e o crescimento saudável do negócio, ter uma gestão tributária nas empresas é fundamental.

Essa gestão se trata de um conjunto de ações com o intuito de administrar as questões tributárias da companhia, como o cálculo de impostos e cumprimento das obrigações acessórias, com a finalidade de garantir segurança jurídica, reduzir os custos desnecessários, realizar a prestação correta de informações, definir o melhor regime tributário, entre outros.

Quer entender melhor os impactos da gestão tributária nas empresas? Então, continue a sua leitura!

Por que a gestão tributária deve ser feita?

Toda companhia que busca ter a tranquilidade de realizar o pagamento correto dos impostos precisa fazer uma gestão tributária com a finalidade de diminuir qualquer risco de gerar penalidades aplicadas pelo Fisco. 

Além disso, ao entender quais impostos devem ser pagos, é possível escolher o regime tributário mais adequado para o negócio, diminuindo a carga tributária. Entre outras vantagens podemos destacar:

  • evita gastos desnecessários;
  • diminui os riscos de autuação;
  • garante economia de recursos;
  • gera a previsibilidade e certeza que as obrigações estão sendo cumpridas;
  • auxilia na tomada de decisões;
  • contribui para o destaque do negócio no mercado etc.

É importante ressaltar que a gestão tributária não deve ser feita somente por empresas, mas também pelos profissionais autônomos, como médicos, advogados, dentistas, arquitetos, entre outros.

Quando a gestão tributária nas empresas deve ser feita?

A falta de gestão tributária nas empresas pode gerar uma série de consequências negativas, por isso é preciso estar atento a sua necessidade. Veja a seguir alguns pontos que podem indicar a sua necessidade.

Não saber qual é o melhor regime tributário para o negócio

Existem três regimes tributários disponíveis: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido. Cada um é apropriado para uma realidade específica. Para entender o melhor para você, é indispensável a avaliação dascaracterísticas do negócio, como o faturamento, margem de lucro, porte, atividade exercida, entre outros, garantindo o pagamento adequado dos impostos, que vai proporcionar uma economia relevante para a instituição.

Ser autuado pelo Fisco

Um sinal que as coisas não vão bem com o gerenciamento tributário do negócio é o recebimento ou aplicação de multas por parte do Fisco — seja pelo recolhimento inadequado dos impostos ou pelo envio incorreto das informações —, o que pode gerar grandes problemas, prejuízos e gerar uma reputação negativa da marca no mercado.

Deixar de estar atento à Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM)

Cada mercadoria inserida no mercado para venda precisa ter um código numérico, que é o NCM. Por meio dele as organizações conseguem entender quais os impostos devem pagar e quais os órgãos fiscalizadores poderão monitorar os itens que circulam no país.

Ao errar na classificação, o negócio faz contribuições erradas, pagando tributos desnecessários, além de gastar mais do que devia ou ser penalizado pelo Fisco por pagamento a menos.

Banner - Blog Quiz

Apresentar dificuldades em reunir os documentos relevantes

São vários documentos que a empresa precisa reunir para fazer as declarações exigidas pela lei, como SPED fiscal, eSocial, entre outros. Como um negócio lida com um alto volume de arquivos, monitorar esses dados não é uma tarefa tão simples. Esse controle precisa ser rigoroso para que nenhuma informação se perca ou seja extraviada.

Como realizar a gestão tributária corretamente?

Por meio de umaestratégia eficiente é possível juntar todas as condições necessárias para que a companhia estruture sua atuação sobre os tributos e o seu cumprimento das obrigações.

Organize os documentos

A organização dos documentos é fundamental para uma boa gestão tributária, tendo em vista que é por meio deles que as declarações serão elaboradas. É importante que notas fiscais, comprovantes de pagamento e demais arquivos sejam armazenados em local seguro, livre do risco de extravio, perda ou ataque de hackers, por um prazo mínimo de 5 anos.

Faça um planejamento tributário

Sem o planejamento tributário é impossível fazer uma boa gestão tributária nas empresas. Como já foi dito, as empresas podem escolher entre três regimes tributários, sendo que cada um deles influencia de forma diferente a cobrança dos impostos no negócio, que pode sair mais caro ou mais barato conforme a atividade exercida pelo empresa.

Esses regimes não têm a mesma aplicação em todas as organizações. Isso significa que não é porque um modelo foi bom para uma instituição, que será igual para a outra, tendo em vista que cada uma tem as suas especificidades. Dessa forma, existem empresas que têm melhores resultados com um regime do que em outro.

Conte com profissionais especializados

Para tratar das questões tributárias apenas realizar um planejamento não é o suficiente. É necessário CONTar com um time de profissionais experientes e qualificados para atender as demandas específicas da área. O planejamento vai definir um norte de como a gestão será feita, por isso a necessidade de ser elaborado por quem entende do assunto.

Isso quer dizer que é necessário que o profissional tenha entendimentos de aspectos particulares da rotina do negócio (como a produção), além de conhecer a lei tributária e suas atualizações. Esse é um trabalho minucioso e complexo e que, por isso, deve ser realizado com muito cuidado e atenção.

Então, busque contar com empresas de contabilidade de credibilidade para realizar essa função, já que muitos escritórios têm problemas quanto à gestão tributária por não contarem com especialistas para lidar com o tema.

Faça uma avaliação tributária frequente

O ideal é fazer uma reavaliação periódica da tributação sobre a empresa, mensurando o impacto de cada um dos regimes tributários sobre o negócio. Dessa forma, ao calcular os impostos é possível aplicá-los em cada um, adquirindo maiores condições para entender qual deles é o mais indicado para a sua atividade.

A falta de uma gestão tributária nas empresas atrapalha o processo de tomada de decisões, influenciando a competitividade do negócio no mercado e no seu desenvolvimento. Para evitar esses riscos, é necessário contar com um profissional qualificado. 

A boa notícia é que não é preciso contar com uma equipe in loco, já que a contabilidade online se tornou uma excelente alternativa — com ela é possível realizar essa gestão por meio de uma plataforma digital de forma simples, o que gera a tranquilidade e a praticidade que o cliente precisa.

Deseja contar com um serviço contábil de qualidade na sua empresa? Então,entre em contato com a gente e veja como podemos ajudar você!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.