5 melhores plataformas de vídeo para monetizar e ganhar dinheiro

Qual é a melhor plataforma de vídeo para monetizar o seu conteúdo digital? Para responder a essa pergunta, é necessário saber qual o seu nicho de mercado e os objetivos do seu negócio. 

Pensando nisso, elaboramos esse artigo que detalha as principais características das plataformas online. Com a leitura, os infoprodutores podem entender como a monetização funciona nesses sites e quais são os nichos em que vale a pena apostar em cada um deles. 

Ainda explicamos neste post por que quem trabalha com infoprodutos consegue alcançar melhores resultados ao investir em uma consultoria contábil. Continue a leitura e saiba mais!

Conheça as formas de monetização em plataformas de vídeo

Seja para um curso online ou para outro infoproduto em formato de vídeo, as plataformas digitais estabelecem alguns modelos para monetização. Primeiramente, podemos destacar a chamada demanda transacional, em que os usuários pagam para sempre ter acesso a um vídeo ou por visualização. Também é possível alugar o conteúdo por um período de tempo. 

De outro modo, ainda dá para oferecer a assinatura de vídeo sob demanda, em que o usuário pode pagar periodicamente para acessar os conteúdos. A assinatura pode ser mensal, trimestral ou semestral, por exemplo. Geralmente, nessa modalidade, os espectadores podem acessar de maneira ilimitada um catálogo de vídeos. 

Outro jeito de monetizar o conteúdo em uma plataforma de vídeo é por meio da publicidade, que pode ser reproduzida antes e durante a exibição. Os infoprodutores recebem uma taxa pelo acesso dos anúncios a um grupo de visualizadores, que correspondem ao público-alvo de empresas. Quem anuncia pretende atrair leads que podem ser convertidos em clientes. 

Plataforma de vídeo: saiba quais são as 5 melhores para monetização

O Youtube, a Twich e o Vimeo estão entre as principais plataformas de vídeos para gerar receita na web. Confira a seguir como funciona a monetização em cada uma delas e entenda qual é a mais apropriada para o seu tipo de negócio.

1. Youtube

Uma das principais vantagens de produzir conteúdo digital para o Youtube é o alcance da plataforma, que ocupa o segundo lugar no ranking de sites mais acessados do mundo e fica atrás apenas do Google, de acordo com lista da Similarweb.

Para começar a ganhar dinheiro com anúncios na plataforma de vídeo, o youtuber precisa fazer parte do Programa de Parceiros do Youtube (YPP). Para isso, é necessário cumprir com os requisitos adiante:

  • seguir as políticas de monetização dos canais;
  • ter mais de 4 mil horas de exibição válidas nos últimos 12 meses;
  • o canal deve ter mais de mil inscritos;
  • ter uma conta do Google AdSense vinculada. 

Também é necessário manter o seu canal constantemente ativo para gerar receita, já que o Youtube pode desativar a monetização daqueles que não enviarem vídeos ou não fizerem postagens na guia comunidade no período de 6 meses ou mais.   

Outras formas de ganhar dinheiro ao fazer parte do programa de parceiros é com o clube de canais, em que os assinantes podem fazer pagamentos mensais em troca de benefícios. É possível ainda usar a estante de produtos do canal para que os fãs comprem produtos da sua marca que são divulgados nas suas páginas de exibição.

Dá para receber a receita com o SuperChat e SuperStickers, em que os fãs pagam para que as mensagens fiquem em destaque durante as transmissões ao vivo. Por fim, é possível ganhar dinheiro com receita do Youtube Premium, por meio de uma taxa de assinatura quando um assinante Premium assiste os seus vídeos.

Entre os nichos que estão em alta na plataforma, estão o marketing digital. O Custo Por Mil (CPM), uma das principais métricas para precificação de campanhas, é mais alto para esse nicho em comparação com outros. Depois, outros nichos para os quais vale a pena produzir conteúdo digital são investimento, e-commerce e desenvolvimento web. 

2. Twitch

Para ganhar dinheiro com a plataforma de vídeo Twitch, também é necessário fazer parte do programa de parceiros do site de streaming. Os parceiros produzem conteúdo sobre uma variedade de assuntos, como jogos, música, esportes, música e entretenimento. Os requisitos para ser avaliado e ter a possibilidade de fazer parte do programa incluem:

  • transmitir conteúdo que se adequa às diretrizes da comunidade e aos termos de serviço e diretrizes; 
  • completar a “Rota para ser um parceiro” e demonstrar que tem uma audiência ampla e engajada;
  • manter os critérios estabelecidos de forma consistente.

A geração de receita ocorre por meio de inscrições de canais e emotes, em que os usuários podem se inscrever, pagando valores entre R$ 4,99 a R$ 24,99. Já os “bits” são uma mercadoria virtual em que os espectadores podem apoiar o seu canal, com envio de um “cheer”. A Twitch paga aos parceiros uma parte da renda que recebe dos bits. 

A plataforma de vídeo ainda possibilita ganhar renda com anúncios, em que os seus parceiros recebem uma parcela do dinheiro pago pelos anúncios exibidos em seus canais. Quem produz conteúdo para a plataforma consegue delimitar a extensão e a frequência dos anúncios. 

3. Vimeo

Por sua vez, o Vimeo é uma plataforma de vídeo com 100 milhões de usuários cadastrados. Embora tenha um alcance menor em relação ao Youtube, por exemplo, o Vimeo oferece a vantagem de monetização por meio de um pacote de assinaturas. Você ainda pode rentabilizar as suas transmissões ao vivo, disponíveis em planos mais caros.  

Essa plataforma ainda apresenta recursos como um player de vídeo personalizado e a possibilidade de incorporar URLs de player de vídeo em qualquer lugar ou usar páginas compartilháveis. Também dá para fazer uma análise avançada a fim de rastrear o desempenho do vídeo. 

O Vimeo reúne pessoas e marcas direcionadas para o audiovisual artístico. Por isso, é interessante para o segmento B2B que pretende se conectar com realizadores de filmes e curtas, por exemplo. 

4. DailyMotion

O Dailymotion é uma plataforma francesa de streaming de vídeos que conta com 300 milhões de usuários ao redor do mundo. Lançada no Brasil em 2021, a plataforma tem um foco inicial para conteúdos de entretenimento, notícias, música e esporte.

Entre os diferenciais da plataforma, estão o suporte via e-mail 24 horas, 7 dias por semana. O parceiro pode inserir anúncios em seus vídeos com 100% do lucro ou aderir a uma modalidade em que o Dailymotion oferece anúncios de publicidade e o lucro é dividido pela metade para cada parte. 

Uma característica que diferencia o Dailymotion de outras plataformas é que não apresenta limitações ao sistema de monetização e controle dos preços de publicidade. Por outro lado, o algoritmo do site controla o que é publicado, para identificar conteúdos ligados a assuntos delicados.  

5. Facebook

O Facebook é outro site que pode oferecer um largo alcance aos seus vídeos, já que ocupa o terceiro lugar no ranking de sites mais visitados do mundo. Os produtores de conteúdo podem receber até 55% da receita dos anúncios reproduzidos em seus vídeos. 

Assim como o Youtube, o Facebook é uma plataforma de vídeo que oferece a possibilidade de ter um alto número de seguidores. Porém, é importante levar em conta que o feed dos usuários está sujeito às atualizações de algoritmos. 

Dessa forma, o conteúdo orgânico, que é gerado naturalmente, se mostra mais difícil de classificar. Isso pode fazer com que os produtores de conteúdo tenham dificuldade para chegar a um número mais alto de visualizações. 

WeCont: contabilidade online para o seu negócio decolar

Curtiu conhecer as melhores plataformas de vídeo para ganhar dinheiro? A WeCont nasceu com o objetivo de fomentar o empreendedorismo brasileiro e promover a transformação contábil. Assim, auxiliamos diversos tipos de empresas, desde o início da jornada até a escala do negócio. 

Nesse contexto, apoiamos os infoprodutores com uma consultoria contábil especializada, a fim de melhorar a organização financeira e garantir o cumprimento das obrigações tributárias. Com isso, a sua empresa ganha suporte para alcançar um crescimento saudável. Saiba mais no nosso artigo sobre contabilidade para infoprodutores!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.