Saúde financeira do negócio: quais são os principais indicadores?

Garantir o crescimento saudável de uma empresa é desafiador, principalmente com a crise financeira que assombra nosso país e um mercado cada vez mais competitivo. Uma pesquisa recente do Sebrae aponta que 1 em cada 4 empresas fecha suas portas em menos de 2 anos!

Para vencer todos esses obstáculos, medidas devem ser implementadas como forma de garantir os lucros e evitar que o negócio passe por sérios riscos. Nesse caso, contar com o auxílio de indicadores para acompanhar a saúde financeira é essencial.

Esses mecanismos foram criados com a finalidade de mensurar e demonstrar o real desempenho, lucratividade e potencial que uma organização tem, possibilitando a criação de estratégias importantes para assegurar que tudo saia conforme as expectativas e evitar que imprevistos gerem problemas que comprometam os resultados.

Quer conhecer quais são os principais indicadores? Então, continue a sua leitura!

Margem bruta

A margem bruta aponta quanto a empresa ganha nas vendas de um produto após abater as despesas para a sua produção. Para medir a margem bruta, é preciso subtrair das vendas os custos diretos, variáveis e deduções e, depois, multiplicar por 100.

Margem bruta = (receita – deduções – custos diretos variáveis) x 100

Margem líquida

A margem líquida indica o que sobrou dos valores das vendas depois de subtrair todos os custos, inclusive impostos. Ela aponta o lucro líquido de cada unidade de venda da instituição. Quanto mais alta for a margem líquida, melhor é a sobra que a companhia terá depois do recebimento e da subtração de todas as deduções.

Margem líquida = (lucro líquido / vendas) x 100

Custos fixos e variáveis

Os custos fixos são as despesas contínuas de um estabelecimento, por exemplo, aluguel, gastos com segurança, limpeza, entres outros. Os custos variáveis são aqueles que se modificam de acordo com a quantidade ou atividade produtiva do negócio, por exemplo, matéria-prima, água, energia etc.

Ponto de equilíbrio

É a quantidade de receita mínima que a empresa precisa alcançar para arcar com todos os seus gastos e despesas. Ao conhecê-lo é possível entender o quanto é necessário vender, sem gerar lucro ou prejuízo, para que a companhia não busque outras fontes de recursos para quitar suas obrigações.

Banner - Blog Quiz

Ponto de Equilíbrio = despesas fixas / margem de contribuição

Liquidez corrente

Mostra a quantia que a empresa tem a receber em curto prazo, junto com o valor que ela precisa arcar no mesmo período, indicando as possibilidades que o negócio tem para cumprir suas responsabilidades em curto prazo. Por meio dela é possível prever possíveis furos no orçamento, permitindo que o gestor tome medidas preventivas com o intuito de evitar problemas financeiros.

Liquidez corrente = ativo circulante / passivo circulante

Retorno sobre o Investimento (ROI)

O ROI é um indicador que tem a finalidade de identificar quais foram os resultados dos investimentos financeiros da empresa. Assim, é possível analisar se as aplicações estão sendo feitas corretamente e quais são as melhores formas de distribuir os recursos.

ROI = retorno do investimento – custo do investimento / retorno do investimento

Nível de endividamento

Entender o nível de endividamento é imprescindível para que a empresa não cometa nenhum erro no momento de descobrir qual é a real situação do negócio. Para isso é usado a seguinte fórmula.

Nível de endividamento = passivos / ativos

Lucratividade

É um dos principais indicadores de saúde financeira de qualquer companhia, tendo em vista que a lucratividade é o principal objetivo de qualquer empresário. O valor pode ser encontrado utilizando da seguinte fórmula.

Lucratividade = lucro líquido / faturamento bruto mensal

Agora que você entende a importância de acompanhar a saúde financeira da sua empresa e os indicadores necessários para isso, CONTar com um profissional capacitado é fundamental, principalmente se você atua de forma autônoma, pois o consultor poderá acompanhar todas as questões de perto e orientar sobre as medidas que devem ser tomadas.

Gostou deste conteúdo? Então, deixe seu comentário aqui e compartilhe com a gente a sua opinião sobre o tema!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.