planejamento anual

6 dicas de como fazer um planejamento anual

Para que uma empresa se mantenha viva no mercado, não é só a lucratividade que importa. A saúde financeira e a sustentabilidade dependem diretamente do controle de gastos. E nesse contexto, aprender como fazer um planejamento financeiro anual e adotar essa prática pode garantir a sobrevivência do negócio

O primeiro passo de como fazer um planejamento anual é justamente definir o objetivo. O que você espera que sua empresa conquiste no decorrer de um ano? A diminuição de gastos? Uma maior lucratividade? O equilíbrio das contas mesmo em tempos de crise?

Um bom planejamento pode garantir que essas metas sejam alcançadas. Hoje, vamos te mostrar 7 dicas valiosas para que ele seja realmente eficiente.

1. Realize um diagnóstico

Como fazer um planejamento financeiro anual realista depende do domínio de seus gestores sobre a atual situação do negócio. Para isso, é preciso:

  • Fazer um balanço do fluxo de caixa atual;
  • Listar os projetos em andamento e seus custos – por exemplo, a compra de um novo equipamento ou uma reforma na infraestrutura;
  • Avaliar o tamanho da equipe e as despesas relacionadas;
  • Contabilizar os custos de produção atual, seja com cursos de aperfeiçoamento, seja com matéria-prima;
  • Listar as despesas fixas (conta de água e luz, aluguel e impostos).

Se você é o responsável pela empresa, saiba que ao final dessa listagem terá uma base sólida para iniciar o planejamento. Esses números revelam os parâmetros que devem ser seguidos nas ações que serão listadas a seguir.

2. Defina os custos

De acordo com o valor encontrado acima, é hora de começar a definir o planejamento para o próximo período anual. Considerando a média de aumento desses valores no decorrer do último ano, comece definindo o que pretende gastar. Nesse momento é importante ser realista.

O que deve ser considerado agora são as mesmas questões avaliadas no passo anterior.

3. Considere investimentos e imprevistos

Agora que você já sabe quanto o negócio precisa para funcionar diariamente e a previsão de quanto será gasto no próximo ano, é hora de pensar em crescimento. Afinal, ainda que o objetivo do seu planejamento anual seja apenas o equilíbrio das contas, as empresas que não crescem correm o risco de perder espaço para a concorrência.

As perguntas aqui não são tão difíceis de serem respondidas: quanto você vai precisar gastar para crescer? Quais investimentos a sua empresa precisa para se posicionar perante o mercado e garantir a competitividade?

Desde uma simples pintura a uma pós-graduação, tudo deve ser considerado e, novamente, chamamos a atenção para a importância em ser realista. Coloque a cabeça para funcionar e pense nas situações do seu cotidiano.

O ideal é conseguir diferenciar os investimentos urgentes, como a troca de um equipamento que já não funciona tão bem, dos importantes para o comercial – por exemplo, revitalizar a fachada.

Quando o assunto é o planejamento financeiro anual, também é fundamental considerar os possíveis imprevistos. Nenhum negócio em funcionamento está livre deles, seja qual for o segmento de atuação. Por isso é imprescindível trabalhar de maneira preventiva, inclusive preparando o bolso.

O próprio diagnóstico já mostra os principais desafios enfrentados pela empresa durante o ano, o que já contribui para que você saia na frente na hora de definir os recursos necessários para que ela se mantenha em pleno funcionamento. No entanto, é preciso ir além e pensar desde os pequenos acidentes que podem acontecer, até em problemas maiores e menos prováveis – como um incêndio.

Contratar um seguro patrimonial pode garantir que você desempenhe as atividades com mais segurança. Mesmo assim, é importante manter uma porcentagem dos ganhos guardada para esse tipo de situação.

4. Pesquise a situação do mercado atual

Outro ponto de extrema relevância para um planejamento eficiente é considerar o que está acontecendo na sua área, no Brasil e também no mundo. Pode ser assustador ouvir isso, mas absolutamente tudo pode influenciar no bom andamento dos negócios.

A boa notícia é que essa influência nem sempre é negativa. A gente sabe que quando se fala em cenário político, muitas pessoas já associam diretamente aos períodos de recessão, mas nessa hora também é preciso considerar as inovações promovidas pela sua área de atuação.

Por exemplo, se você foi a um congresso em que foram apresentadas novas ferramentas de trabalho, talvez seja a hora de considerar esse investimento e abrir vantagem sobre a concorrência.

5. Crie estratégias inteligentes

Todos os projetos sugeridos até o momento exigem que sejam implementados de maneiras estratégicas e inteligentes. Do contrário, pode resultar em um grande furo no orçamento, indo totalmente contra o propósito de se ter um planejamento financeiro anual.

Esse passo está diretamente relacionado aos objetivos do negócio, abordados logo no início do texto, como também com todas as dicas reveladas até agora. Todas elas servem de suporte para que você realmente possa trabalhar em um projeto inovador, oferecendo inovação e qualidade, sem extrapolar os limites relacionados ao dinheiro.

Aqui, o que também pode ajudar é observar a concorrência. Faça uma análise do que eles estão oferecendo, tente identificar as estratégias utilizadas e verifique se é possível adaptar ao seu negócio o que aparentemente é um sucesso.

6. Determine como tudo será monitorado

Tão importante quanto saber como elaborar um planejamento financeiro anual é ter a consciência de que ele deve ter seguido à risca, mas não pode ser engessado. É necessário manter todos os aspectos em constante avaliação, verificando se tudo está saindo como o esperado e agindo com rapidez caso aconteça algum imprevisto.

Estabeleça antecipadamente como esse controle vai ser feito. Você pode adotar métricas de monitoramento, contratar um colaborador para auxiliar nessa tarefa ou contar com um serviço de contabilidade especializado. Lembre-se sempre de que todo processo pode ser modificado se algo não estiver do seu agrado, beleza?

Agora que você aprendeu como fazer um planejamento financeiro anual, aproveite para colocar a mão na massa! Faça um balanço das operações do último ano, coloque suas ideias no papel e vá à luta em busca do topo do mercado. Com segurança, é claro!

Se precisar de uma ajuda especializada, conte com a WeCont! Entre em contato conosco e descubra como funciona nosso serviço de consultoria contábil.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

    Fale o que você pensa

    O seu endereço de e-mail não será publicado.