Como é trabalhar em startup? Conheça esse universo!

Você provavelmente conhece as gigantes de tecnologia Netflix, Uber e Airbnb, não é mesmo? O que essas empresas têm em comum, além de terem revolucionado as indústrias em que atuam, é que todas já foram startups. Essas empresas buscam inovar na oferta de produtos, serviços, na organização do trabalho e na gestão das suas operações. E então, você gostaria de saber como é trabalhar em startup?

Neste artigo, vamos explicar um pouco mais sobre os diferenciais que o trabalho em startups proporcionam aos seus profissionais. Também apresentaremos alguns dos principais motivos que fazem com que os ambientes desenvolvidos nessas empresas sirvam de referência para as demais. Curioso? Então, CONTinue a leitura!

O que é uma startup?

As startups são formadas por um grupo de pessoas que atuam em ambientes mercadológicos de extrema incerteza. Essas empresas buscam modelos de negócios inovadores, que funcionam de maneira repetível, escalável e lucrativa. Além disso, apresentam um grande potencial de crescimento regional e mundial.

Diferente das empresas tradicionais — como restaurantes, concessionárias, supermercados e pet shops —, as startups não têm um modelo de negócio pré-formatado ou definido. Elas são ambientes de testagem e aprendizagem, que estão passando por uma etapa de desenvolvimento para consolidar um novo modelo de negócio.

Assim, startups não têm predecessores para se espelhar. Na verdade, elas estão na vanguarda do desenvolvimento de novos produtos, serviços, processos e tecnologias.

Quais as principais características das startups?

A seguir, apresentamos algumas das principais características dessas empresas. Acompanhe!

Busca por inovação

Uma das principais características das startups é a busca por inovação, que não se limita apenas às soluções disponibilizadas ao mercado externo. Isso ocorre porque essas empresas também buscam inovar constantemente em suas operações internas, o que torna o ambiente de trabalho estimulante e desafiador.

Diversidade e simplificação

Temáticas como inclusão, diversidade, horizontalização, simplificação e muitas outras são valores realmente praticados nas startups. Eles permeiam todas as políticas da empresa, como a sua estrutura organizacional, o relacionamento interpessoal, o plano de benefícios, o plano de carreira, a remuneração etc.

Todos esses itens fazem com que as startups sejam uma das empresas mais desejadas e procuradas pelos melhores cérebros do mundo, o que eleva o nível de concorrência por uma das suas vagas.

Como é trabalhar em uma startup?

Agora, vamos entender porque as startups são ambientes de trabalho tão inspiradores e desejados pela maioria dos profissionais. Afinal, não é atoa que essas empresas figuram sempre entre as melhores do mundo para trabalhar. Confira!

1 Busca constante por processos ágeis

As startups experimentam novas formas de agir e atuam em mercados altamente competitivos. Por isso, estão sujeitas ao aparecimento de tecnologias que se renovam a todo momento. Dessa forma, a busca por eficiência exige agilidade dos processos, flexibilidade para lidar com os desafios diários e uma gestão capaz de tomar decisões sólidas e de maneira rápida.

Logo, as formalidades, burocracias e metodologias que não apresentam resultados factíveis, simplesmente não têm espaço. O aceitável para papeladas e procedimentos nunca ultrapassa o mínimo necessário, o que torna o trabalho nas startups muito dinâmico e livre.

Banner - Blog Quiz

Dessa forma, o empoderamento dos colaboradores e a sua amplitude para agir e tomar decisões é muito maior que nas empresas tradicionais. Isso ocorre porque a relação é baseada na responsabilidade pelos atos de cada colaborador e pela confiança na capacidade de cada um.

2 Aposta na inovação CONTínua

Como estão à procura de modelos de negócios repetíveis e escaláveis, as métricas e indicadores estão presentes em cada processo da empresa. Devido à necessidade de otimizar recursos, tudo em um startup é mensurado, medido e expresso em indicadores de performance, que auxiliam no processo de tomada de decisões mais racionais pelos gestores.

Sendo assim, processos produtivos e métodos de trabalho são constantemente testados para que produzam o máximo de eficiência. Isso faz com que a inovação seja uma rotina comum no trabalho das startups.

3 Aprendizagem constante

Aprender novas habilidades é algo estimulado pela maioria das startups. Porém, não nos referimos apenas aos conhecimentos relacionados ao exercício exclusivo das funções. Pelo CONTrário, as melhores startups são conhecidas por fomentar uma cultura de aprendizagem CONTínua sobre diversos assuntos, conforme o interesse de cada indivíduo.

A aposta nessa ação é baseada no estímulo à criatividade, pois o processo de aprendizagem gera novas sinapses e outras formas de enxergar e abordar problemas. Isso contribui para a geração de novas ideias, que podem ser úteis tanto para o desenvolvimento pessoal do colaborador quanto para a própria startup.

4 Disponibilidade para o ensino e a colaboração

A colaboração é uma das marcas da cultura organizacional das startups. Nessas empresas, o bom relacionamento entre as pessoas e o “estar disponível” para ajuda mútua é um valor sempre presente. Por isso, é muito comum que o CEO da empresa e os seus diretores trabalhem no mesmo ambiente que os demais colaboradores.

Nas startups, o próprio layout da disposição das estações de trabalho transmitem horizontalidade, ao CONTrário da separação existente entre a diretoria e o chamado “chão de fábrica” — muito comum nos ambientes tradicionais.

As startups costumam ser caracterizadas pela ausência de paredes e pela existência de salas de reuniões vidradas, que facilitam e estimulam o acesso entre as pessoas e o intercâmbio de ideias.

5 Possibilidade de crescimento e recompensas diferenciadas

Uma das grandes vantagens de trabalhar em uma startup, é o seu grande potencial de crescimento. Sendo assim, os colaboradores que optaram por crescer junto com a empresa podem construir uma carreira de sucesso e uma jornada muito estimulante.

O potencial de retorno financeiro também é muito chamativo. Isso ocorre porque é comum que as startups remunerem os seus funcionários com participações em ações, bonificações, dividendos e outras modalidades inexistentes em empresas tradicionais.

Por último, agora que você já sabe como é trabalhar em uma startup, por que você não busca conhecer as empresas da sua região para aprender sobre a sua cultura? Temos certeza que a experiência resultante dessa visita vai agregar muito valor para a sua forma de pensar os negócios.

Gostou de saber sobre como é trabalhar em startup? Então, compartilhe este post em suas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a esse CONTeúdo. Até a próxima!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.