Markup: saiba mais sobre o índice e como calculá-lo!

Markup: saiba mais sobre o índice e como calculá-lo!

A precificação dos seus serviços ou produtos está correta? Ela cobre os custos de distribuição, movimentação, aquisição de matéria-prima, encargos e ainda gera lucros? Saiba que há um conceito que auxilia na formação dos preços de vendas, o markup. É sobre ele que vamos falar neste artigo.

Contar com precificação adequada é importante para o sucesso do negócio, não importa qual seja o ramo de atuação de uma empresa. Neste conteúdo, vamos apresentar as principais informações a respeito do markup e falar sobre a importância de garantir uma boa estratégia de preços.

Siga em frente!

Entenda a importância de garantir uma boa estratégia de preços

Markup é uma ferramenta muito útil para os empreendedores, pois ajuda a visualizar as despesas de uma maneira geral, os custos operacionais e a margem de lucro das organizações. Esse conhecimento é indispensável para que os empresários mantenham suas empresas ativas no mercado. Logo, deve ser o objetivo dos administradores obtê-lo.

Não saber trabalhar com os elementos que compõem o preço é extremamente negativo para os negócios. Precificar levando em consideração os valores cobrados pela concorrência é muito pouco para ser competitivo. O administrador precisa considerar o dinheiro investido para a disponibilização dos serviços ou produtos aos consumidores.

Compreenda os pontos mais importantes sobre o índice markup

O índice markup leva em conta diferentes fatores. Um deles é o custo total de produção, a partir do qual é definido o quanto será cobrado do consumidor final. Mas tudo vai depender do tipo de solução ofertada e outros elementos que tornam o cálculo mais complexo para a obtenção de uma precificação justa.

Acompanhe a leitura para entender melhor a respeito!

Banner - Blog Quiz

O que é markup

O markup é o cálculo realizado para formar o preço justo da venda de serviços, produtos e soluções. Esse índice é o ponto de partida ou a referência para precificar, apesar de não ser utilizado de forma isolada. Ao defini-lo, o empresário poderá fazer o confronto com os dados de mercado e os fatores internos.

O que é considerado no cálculo

No cálculo são considerados os componentes do markup, que são todas as despesas e os custos relacionados às atividades empresariais. Os dados principais são a margem de lucro, as variáveis e as despesas fixas, ou seja, os gastos que garantem o funcionamento da empresa — aluguel, por exemplo.

Como realizar o cálculo

Identifique a margem de lucro, as variáveis e as despesas fixas que formam a base de cálculo do Imposto de Renda e aplique esses números na fórmula “100 / [100 – (despesas fixas + despesas variáveis + lucro presumido)]”. Após obter o resultado, o próximo passo é aplicar o índice sobre o CMV (Custo de Mercadoria Vendida).

Precisa de um exemplo prático? Vamos supor que o custo de aquisição de uma solução é de R$ 100, as despesas fixas correspondem a 12% do custo de cada unidade e 10% é o percentual que representa as variáveis, enquanto 20% é a porcentagem do lucro estimado. Colocando os dados na fórmula, obtém-se os seguintes valores:

  • Markup = 100 / [100 – (12 + 10 + 20)]
  • Markup = 100 / (100 – 42)
  • Markup = 100 / 58 = 1,72

Para encontrar o preço final de venda, basta multiplicar o custo de aquisição pelo índice markup: 100 X 1,72 = R$ 172,00. Esse é o montante adequado para cobrir custos variáveis e fixos e gerar o lucro almejado.

Para quais empresas é mais indicado

O cálculo markup é importante para todas as empresas de pequeno, médio e grande portes, já que a precificação determina a sobrevivência delas no mercado. Ele traz diversas vantagens e aumenta significativamente as chances de sucesso dos negócios, não importa qual seja sua natureza ou o segmento de atuação.

Essas são as informações mais relevantes sobre markup e a importância de calculá-lo. A ferramenta vai simplificar os processos e, ainda, contribuir para a sustentabilidade do negócio. Utilize-a para analisar de maneira mais criteriosa os preços dos itens, considerando sua realidade e os valores praticados pela concorrência.

Ficou com vontade de dar uma sugestão ou precisa tirar alguma dúvida? Se sim, deixe seu comentário no campo abaixo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.